Muita resistência ao contato físico, visual e até mesmo verbal são alguns dos resultados notados por Luiz Navarro, Instrutor de Judô do Instituto Olga Kos, quanto ao desenvolvimento dos beneficiários das oficinas do projeto Unidos pelo Esporte, que acontece atualmente no CEU Campo Limpo, com atividades práticas de karatê, Judô, capoeira e taekwondo  para 320 pessoas, na cidade de São Paulo.

Recém chegado à oficina, o profissional também revela o desafio de fazer adaptações no seu método e trabalho, já que não havia trabalhado anteriormente com pessoas com deficiência. “Tem sido muito recompensador porque a cada encontro vimos uma evolução física e também comportamental, devido a atividade que temos apresentado para eles”, acrescenta.