Para muitas pessoas, o simples ato de falar em público pode ser um muro alto, difícil de superar. Para outros, essa tarefa é feita de forma super simples, sem qualquer dificuldade. Como você imagina essa cena para uma pessoa que possui algum tipo de deficiência? É possível que esse muro não seja somente alto, mas que haja talvez alguns tijolos soltos ou buracos, o que dificulta ainda mais a travessia.

O Instituto Olga Kos (IOK) possibilita que essa jornada seja mais alegre, inclusiva e colorida, a partir de seus projetos culturais, como o ‘Contos, Cantos e Inclusão’, que teve seu encerramento em 22 de junho, no Teatro da Faculdade Armando Álvares Penteado (FAAP). Os beneficiários demonstraram todos os ensinamentos transmitidos por todo o período das oficinas que permitiu percorrer em histórias imaginárias com a descoberta de vivências incríveis. Durante o espetáculo, as principais mensagens transmitidas foram: nunca deixe de sonhar e cuide do planeta.