3 de junho de 2021

Beneficiários de oficina do Instituto Olga Kos fazem grafite em loja de shopping em São Paulo

Iniciativa faz parte do projeto “Entre Cores”, que usa o grafite para ensinar arte e promover inclusão social

Uma loja do shopping West Plaza, em São Paulo, ganhou nesta terça-feira (01) um colorido especial. Participantes do projeto “Entre Cores”, desenvolvido pelo Instituto Olga Kos, grafitaram o espaço para celebrar os aprendizados que acumularam nos últimos meses sobre arte urbana e diferentes linguagens.

Iniciado em 2020, o “Entre Cores” é um projeto voltado ao uso da arte urbana para a inclusão social de pessoas com deficiência (ou sem deficiência, mas em situação de vulnerabilidade). A iniciativa abarcou um total de 100 pessoas em São Paulo, com a proposta de que os beneficiários melhorassem a percepção e a ocupação de espaços públicos.

“Uma coisa legal desse projeto é o interesse dos participantes pela linguagem do grafite, que é algo fácil e está espalhado pela cidade. Está no bairro deles para ser apreciado, e todos já viram em algum lugar”, conta Deborah Hathner, arte-educadora que trabalhou no projeto. “O que estamos fazendo é contar essa história de como surgiu o grafite, quais são os tipos e quais referências podemos fazer a artistas brasileiros”, completa.

As oficinas utilizaram materiais como canetas, pedaços de tijolo/carvão e pigmentações naturais. Os beneficiários aprenderam a desenhar seus nomes de forma estilizada, usando referências do grafite, e tiveram contato com desenvolvimento de personagens.

“Eles já fizeram um lambe-lambe na parede de casa. Foi legal ver mãe e filha fazendo a oficina juntas, com as mães colocando a mão na massa e as filhas se empolgando com isso”, diz Deborah.

Os grafites realizados no shopping West Plaza estarão disponíveis para visitação na loja do Instituto Olga Kos, que reúne algumas das principais produções de projetos desenvolvidos pela entidade social.