26 de setembro de 2018

Ministro dos Esportes visita projeto de inclusão e destaca trabalho de entidade em São Paulo

O projeto de Taekwondo desenvolvido pelo Instituto Olga Kos de Inclusão Cultural (IOK), na APAE de Diadema, atende 50 crianças e jovens com deficiência intelectual e em situação de risco social

 

“O Esporte é uma ferramenta auxiliar no processo de educação e aqui eu vejo ele ser utilizado da forma mais extrema, no processo de desenvolvimento das habilidades desses jovens”, a declaração do Ministro Leandro Cruz durante a solenidade na Apae mostra bem a qualidade do trabalho desenvolvido pelo Instituto Olga Kos  (IOK) para promover a inclusão de pessoas com deficiência intelectual à sociedade.

O Projeto TAEKWONDO VII: INCLUSÃO PELO ESPORTE é desenvolvido na APAE de Diadema e em outras duas instituições, o CEU Casablanca e a entidade Vem Ser, no Sacomã. São ao todo 100 participantes que frequentam duas oficinas semanais e aprendem a trabalhar os aspectos físicos e motores e aumentam a consciência co42855373440_3680feceb2_zrporal. Uma parte das vagas é destinada também a pessoas sem deficiência mas que se encontram em situação de vulnerabilidade social. “Os nossos projetos tem como premissa estimular a interação social, estimular os aspectos cognitivos e promover a participação da família no processo de inclusão social, para que haja um aprimoramento de cada participante com relação aos aspectos sociais, cognitivos e motores”, afirma Olga Kos, vice-presidente do IOK.

O Ministro Leandro Cruz fez questão de afirmar que no contato com os participantes do projeto de Taekwondo foi possível perceber o desenvolvimento de cada pessoa e como está sendo a participação delas nas oficinas que são financiadas com recursos da lei de incentivo ao esporte e têm o patrocínio da iniciativa privada “Com o esporte é possível passar valores como disciplina, concentração, solidariedade e espírito de grupo e isso nós estamos vendo aqui”. ministro

O Presidente da APAE de Diadema, André Antunes Garcia, ressaltou que a participação nas oficinas de Taekwondo tem sido importante para educação e o desenvolvimento físico e cognitivo dos participantes. Durante a visita do Ministro, o Presidente da APAE-Diadema fez questão de enaltecer o trabalho desenvolvido pelo Instituto Olga Kos. “O IOK faz um trabalho brilhante na nossa instituição e em outras instituições de São Paulo, trazendo cidadania, trazendo inclusão e solidariedade para essas pessoas que tanto precisam”.