17 de junho de 2019

Arte interativa

Beneficiários do Instituto Olga Kos visitam a exposição de Ernesto Neto na Pinacoteca, em São Paulo, e interagem com as obras do artista

 

O carioca Ernesto Neto é um dos mais importantes artistas brasileiros em atividade. Suas obras, feitas de materiais diversos como ferro, pedras, tecidos, cordas e líquidos, situam-se entre a escultura e a instalação. Brincam com a flexibilidade, o volume e o movimento na intenção de provocar a interatividade e o aspecto sensorial no público.

 

Foi justamente essa possibilidade de interação que os beneficiários das oficinas Corpos em Luz e Arte para a Inclusão, oferecidas pelo Instituto Olga Kos, puderam vivenciar durante a visita à Pinacoteca para ver de perto a exposição Ernesto Neto: Sopro, que fica em cartaz até 15 de julho.

 

As 60 obras reunidas ocupam o Octógono, sete salas do 1º andar e outros espaços da Pina Luz. A visita, gratuita e acompanhada por uma equipe multidisciplinar, faz parte das atividades promovidas pelo IOK com o intuito de estimular a inclusão por meio das artes.