10 de abril de 2018

Novo Projeto de Artes inclusivo em mais 6 entidades de SP

“Cores e Formas – A Arte da Inclusão” tem o objetivo de inserir pessoas com deficiência intelectual na sociedade

O projeto “Cores e Formas – A Arte da Inclusão”, promovido pelo Instituto Olga Kos de Inclusão Cultural (IOK) vai beneficiar 150 pessoas. Algumas vagas foram destinadas para pessoas com deficiência intelectual e as restantes para pessoas sem deficiência, mas em situação de vulnerabilidade social e que moram perto dos locais onde as oficinas serão realizadas, como o CEU Cidade Dutra, Instituto Gabi, Associação Vem Ser, CAPSI Capela do Socorro, Espaço K e Fábrica de Cultura Vila Nova Cachoeirinha.

39018417270_db029d6d03_oOs 150 inscritos foram divididos em 10 turmas, com 15 participantes cada. As oficinas de arte, com duas horas de duração por dia, vão até fevereiro do ano que vem. O projeto utiliza recursos do Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (FUMCAD) da Prefeitura de São Paulo, por meio da conscientização da utilização da renúncia fiscal do Imposto de Renda e conta com o patrocínio das empresas: Booking.com.br, AkzoNobel, Raízen, BIC, HTB, Canon, Pan Corretora de Seguros e Construtora Tedesco.

“O projeto Cores e Formas – A Arte da Inclusão é muito importante para criar um novo canal de comunicação e expressão para pessoas com deficiências. Dividimos as oficinas do projeto em quatro módulos com oito encontros cada”, explica Olga Kos, vice-presidente do IOK.